O modelo Rodrigo Motta, de 28 anos, foi encontrado morto na manhã da última segunda-feira (9) com sinais de espancamento, no morro do Vidigal, zona sul do Rio de Janeiro. Segundo testemunhas, Rodrigo estava inconsciente e com fraturas nos dois braços, além de tiros na perna. Ele foi levado para o Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea, também na zona sul da cidade, mas não resistiu aos ferimentos. Não há informações sobre as motivações que teriam levado Rodrigo a ser torturado e abandonado em uma rua da comunidade, onde morava e trabalhava em um bar famoso.